quinta-feira, 17 de junho de 2010

IML realiza exumação de cadáver de criança para investigação de possíveis erros médicos



desta quinta-feira (17), no Cemitério São João Batista, em Cruzeiro do
Sul, a exumação do cadáver de um menino de 8 meses de idade que
morreu no dia 6 do mês de maio no Hospital do Juruá.


Mazinho Rogerio
Fotos Aureo Neto


Médicos legistas do Instituto Médico Legal do Acre realizaram na manhã
desta quinta-feira (17), no Cemitério São João Batista, em Cruzeiro do
Sul, a exumação do cadáver de um menino de 8 meses de idade que
morreu no dia 6 do mês de maio no Hospital do Juruá.

O corpo da criança será submetido a exames que comprovem a verdadeira causa da
morte. A polícia investiga denúncias da família de que teria sido
provocada por falha da equipe que realizou o atendimento.

O menino, de nome Eider Silva, deu entrada na unidade de saúde
apenas para ser submetido a uma cirurgia no braço e, de acordo com a
mãe, Ceildes Silva, logo após sair da sala de cirurgia, seu filho
tomou a medicação e começou a passar mal. Em seguida começou a inchar.

“A partir da medicação ele não mamou mais, só chorando e não conseguia
dormir. Meio dia fizeram outra medicação e foi aí que ele ficou pior
e começou com cansaço. Já à noite foi que a enfermeira me levou ao
Pronto Socorro e disse que meu filho estava morrendo” – contou.

No dia seguinte, a dona de casa procurou o Ministério Público e
apresentou denúncias contra a equipe médica que atendeu a criança. Os
promotores encaminharam o caso para a Delegacia Geral de Polícia e o
delegado Elton Fultigami instaurou inquérito para apurar se houve ou
não falha nos procedimentos de atendimento ao menino.

De acordo com Futigami, a exumação do cadáver se fez necessária em
razão de que a Certidão de Óbito, emitida pelos médicos, aponta que a
causa da morte era desconhecida. “Assim é que vamos puder identificar
qual a causa da morte. A partir daí, juntamente com os documentos
obtidos pelo hospital, é que poderá ser indiciada a equipe médica que
atuou no dias dos fatos podendo responder por homicídio culposo e
ainda ter pena agravada por mais um terço por falta de observância de
regras técnicas e profissionais em relação à vítima” – esclareceu o
delegado.

A mãe da criança esteve no cemitério para acompanhar a exumação do
corpo do filho e entrou em desespero ao lembrar-se da criança. “Perdi
o bem querer da minha vida que nunca mais eu vou ter de volta” –
desabafou em prantos.

Presidente do TRE concede coletiva em Cruzeiro do Sul para falar sobre período eleitoral


O desembargador Arquilau de Castro Melo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, se reuniu com jornalistas representantes de todas as empresas de comunicação de Cruzeiro do Sul na manhã desta quinta-feira (17) para uma entrevista sobre o processo eleitoral deste ano. A coletiva foi realizada no Salão do Tribunal do Júri da cidade e, além de falar dos prazos e regras da eleição, o desembargador esclareceu detalhes da mobilização da Justiça Eleitoral para garantir lisura e agilidade no processo e a realização do Referendo que vai decidir sobre o horário do estado.


O desembargador Arquilau de Castro Melo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, se reuniu com jornalistas representantes de todas as empresas de comunicação de Cruzeiro do Sul na manhã desta quinta-feira (17) para uma entrevista sobre o processo eleitoral deste ano. A coletiva foi realizada no Salão do Tribunal do Júri da cidade e, além de falar dos prazos e regras da eleição, o desembargador esclareceu detalhes da mobilização da Justiça Eleitoral para garantir lisura e agilidade no processo e a realização do Referendo que vai decidir sobre o horário do estado.

O presidente do TRE iniciou a entrevista explicando sobre a rigorosidade da justiça em relação à campanha eleitoral antecipada. Muitos pré-candidatos já foram multados no Acre por diversas situações que, no entendimento da justiça, compreendem propaganda eleitoral antes do período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral que só permite a realização de campanhas em defesa de candidaturas a partir do dia 6 de julho.

“Tudo que você coloca na rua como sendo o melhor candidato é propaganda. A lei quer assim: Vamos dá partida, como se fosse a Fórmula 1. Todo mundo sai junto, ninguém deve sair antes dos outros. Porque se alguém começa a aparecer, você que é um jovem e pretende ser candidato já vai pensar, eu já estou perdido, o homem já está o dono da festa, já está gastando e eu não tenho nem como gastar na minha quando chegar a época da campanha. Então a lei quer isonomia, que todos tenham direitos iguais. Numa entrevista na imprensa você pode falar de seus projetos, mas que a imprensa faça isso, de preferência, com todos. Agora propaganda no rádio e na televisão só vai começar em agosto” – ressaltou Arquilau.

O desembargador entregou a cada jornalista presente, a Resolução do TSE que estabelece o calendário eleitoral para que possam acompanhar todo processo. De acordo com o TSE até o dia 31 deste mês é o prazo para a realização das convenções dos partidos e coligações e o pedido de registro de candidaturas devem ser apresentado, na sede do TRE em Rio Branco, até o dia 5 de julho. Apenas as candidaturas para os cargos de presidente e vice da República devem ser registradas em Brasília.

A eleição deste ano, no Acre, terá também a realização de um referendo para que a população possa decidir se está de acordo com o novo horário que foi estabelecido no estado que reduz em uma hora a diferença com o horário de Brasília. O presidente do TRE, explicou que o referendo será realizado no segundo turno das eleições e, caso não haja o segundo turno, mesmo assim haverá a votação para definição do horário.
“Definimos o referendo para o segundo turno das eleições por uma orientação do TSE.

Isso, primeiro porque teremos duas urnas, uma para a eleição e outra para o referendo. Segundo porque fizemos um teste para ver o que acontecia e avaliamos que as eleições iam terminar na madrugada. Assim iria atrasar o resultado das eleições em todo Brasil, enquanto não sair o resultado no Acre, não sai o resultado no Brasil e vocês devem entender que todo o mundo tem interesse em saber qual o resultado oficial das eleições do Brasil” – esclareceu o desembargador.


Prefeito do PMDB diz que apóia Dilma e Tião


O prefeito de Mâncio Lima, Cleidson Rocha (PMDB), afirmou nesta quinta-feira, 17, que vai seguir a orientação nacional do partido e apoiar Dilma Rousseff (PT) para a presidência da república. Defendendo a continuidade do projeto da Frente Popular do Acre, ele manifestou apoio a Tião Viana (PT) para o Governo e disse que as candidaturas da oposição representam “um tiro no escuro”.



Cleidson Rocha, prefeito de Mâncio Lima, afirma que projeto da FPA é o melhor para o Acre e que apoiar oposição é um como dar “tiro no escuro”

O prefeito de Mâncio Lima, Cleidson Rocha (PMDB), afirmou nesta quinta-feira, 17, que vai seguir a orientação nacional do partido e apoiar Dilma Rousseff (PT) para a presidência da república. Defendendo a continuidade do projeto da Frente Popular do Acre, ele manifestou apoio a Tião Viana (PT) para o Governo e disse que as candidaturas da oposição representam “um tiro no escuro”.

“Temos em Mâncio Lima, desde 2008, uma aliança com o PC do B e com o PT, que nos garante uma maior proximidade com o Governo do Estado. Também temos uma construção nacional, que entendemos ser o melhor para o Brasil. Portanto, vamos caminhar juntos com Dilma para a presidência da república e com toda Frente Popular aqui no Acre”, disse.

Cleidson Rocha revelou que o projeto da FPA, executado no Acre desde 1999, é o melhor para o Estado no momento. Ele também lembrou que não tem conhecimento dos projetos da oposição e não se sente seguro para apoiar os nomes que foram apresentados para disputa.

“Esse não é um gesto oportuno. Não estou afirmando que vou apoiar um projeto em troca de algo para o nosso município, mas quem tem uma política mais ética, de valorização do interior e que foca de modo especial o desenvolvimento do Acre como um todo”, destacou.

Para Cleidson Rocha o PMDB teria legitimidade para apresentar um candidato ao Governo do Estado, mas como não conseguiu aliar mais partidos e fortalecer suas bases para a disputa, a decisão de não apresentar um nome para a chapa majoritária foi a melhor para o momento.

Ele ressaltou que defendia uma candidatura própria desde que o PMDB conseguisse unir forças com outros partidos, apresentando um projeto de desenvolvimento para o Acre que fosse de encontro às necessidades da população.

“Eu acompanhei e ajudei no lançamento da pré-candidatura do Rodrigo Pinto, porque defendo o crescimento do nosso partido. Mas, em minha opinião precisávamos apresentar um projeto bom para o Acre e estarmos preparados para convencer pela força de argumentos e das propostas”, explicou.

Ele fez questão ainda de manifestar apoio a Jorge Viana e Edvaldo Magalhães, afirmando que o cenário que os dois serão peças importantes para que o Acre continue no caminho do desenvolvimento.


CONSIDI realiza reunião para avaliar ações desenvolvidas no Juruá


Na manhã desta quarta-feira, (19), foi realizada no auditório da Secretaria de Educação em Cruzeiro do Sul uma reunião do Conselho Distrital da Saúde do Indígena – CONSIDI. O objetivo da reunião era avaliar as ações desenvolvidas aos indígenas pelo CONSIDI e eleger a nova diretoria do Conselho. Participaram da solenidade representantes dos municípios do Juruá.


Na manhã desta quarta-feira, (19), foi realizada no auditório da Secretaria de Educação em Cruzeiro do Sul uma reunião do Conselho Distrital da Saúde do Indígena – CONSIDI. O objetivo da reunião era avaliar as ações desenvolvidas aos indígenas pelo CONSIDI e eleger a nova diretoria do Conselho. Participaram da solenidade representantes dos municípios do Juruá.

O atual presidente da CONSIDI, Antonio Silva Kashinawa, fala sobre as avaliações dos trabalhos desenvolvidos. “Nós estamos avaliando os trabalhos realizados durante dois anos, no Distrital do Juruá com mais ou menos 12. 500 indígenas. "Nós sabemos que a saúde não está muito bem e o povo só reclamando. Com a criação da secretaria, vai ter um grande andamento para a saúde do indígena”- acredita.

O chefe do distrito no Alto Juruá, José Francisco, avalia sobre a importância desse encontro. “O CONDISI é o controle social dentro das comunidades indígenas e fiscaliza se é aquela pessoa que ta cuidando da saúde e se estão sendo utilizados os recursos oriundos das prefeituras e os atendimentos com equipes nas áreas”.

O atual presidente destaca ainda os pontos mais importantes durante a sua administração. “Nós buscamos vários recursos a serem executados, infelizmente voltaram muitos recursos, mas aplicamos os que chegaram na capacitação dos agentes e dos conselheiros locais e para fazer as nossas ações de saúde chegarem até a área. Ainda falta muita coisa para a saúde do indígena melhorar, falta nós administradores do distrito chegarmos aos gestores dos municípios e fazermos eles entenderem, porque existem prefeitos que não entendem a importância da saúde do indígena e isso acaba atrapalhando a saúde dos povos indígenas nas bases”.

Kattiúcia Silveira


Prefeitura de Cruzeiro do Sul quer reduzir a produção de lixo e todo tipo de poluição na cidade


A Secretaria de Meio Ambiente e a Secretaria de obras de Cruzeiro do Sul são responsável pela limpeza da cidade. O município que ainda não possui aterro sanitário produz por mês 20.724 toneladas de lixo. Para reduzir essa quantidade de lixo produzido e evitar a poluição na cidade, a prefeitura, em parceria com outras instituições, está desenvolvendo campanhas de conscientização que se estendem até o mês de setembro.


A Secretaria de Meio Ambiente e a Secretaria de obras de Cruzeiro do Sul são responsável pela limpeza da cidade. O município que ainda não possui aterro sanitário produz por mês 20.724 toneladas de lixo. Para reduzir essa quantidade de lixo produzido e evitar a poluição na cidade, a prefeitura, em parceria com outras instituições, está desenvolvendo campanhas de conscientização que se estendem até o mês de setembro.

Por mês o município de Cruzeiro do Sul gasta com limpeza pública R$ 207.874,05 e recolhe 20.724 toneladas de lixo. Oito caminhões de lixo realizam a coleta de domingo a domingo na cidade, além de possuir caminhões que fazem a coleta de ossos nos açougues e restaurantes. O serviço de limpeza é feito por 128 pessoas.

Segundo o chefe do departamento de limpeza pública, Amauri Barbosa, o gasto com a limpeza da cidade é grande. “Para se ter uma idéia dividindo o valor gasto com limpeza pelas toneladas de lixo, cada tonelada sai a R$10,03. Além de recolher o lixo doméstico, nós fazemos o serviço de capinagem, varrição e agora vamos montar uma equipe de pintura para pintar as ruas”.

No centro da cidade os números são mais altos do que nós outros bairros. São recolhidos por dia mais de cinco toneladas de lixo. De acordo com a chefe do departamento de controle ambiental, Francisca Rodrigues, nós produzimos mais lixo do que alimentos. “Não se produz cinco toneladas de alimento por dia, porque a produção é feita por safra e dividindo a safra não dá cinco toneladas por dia. Você percebe que como tem um acumulo de pessoas no centro da cidade consecutivamente o volume de lixo aumenta”.

O lixo é coletado nos bairros de segunda a sábado, o dia todo, e aos domingos pela manhã. Nas avenidas a coleta é feita de noite. “É importante a colaboração das pessoas a respeito do horário da coleta. Faça chuva ou faça sol, nós estamos recolhendo. É difícil porque é gasto bastante dinheiro e não há uma grande arrecadação na cidade na questão do lixo. É a primeira a vez que está sendo cobrada a taxa de lixo da população e as pessoas ainda não querem contribuir, mas querem uma cidade limpa. Nós temos que pagar aquilo que nós produzimos para que alguém recolha e funcione corretamente” – explica Amauri Barbosa.

Educação ambiental começa no seu quintal

Para resolver a questão de educação ambiental na cidade, a Secretaria do Meio Ambiente em parceria com o IBAMA, Ministério Público Estadual, IMAC, Secretária Municipal de Educação, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Obras, AMAJ e a Imprensa, está realizando, no período de 21 de maio a 5 de setembro, um projeto para conscientizar a população sobre a preservação do meio ambiente.

O projeto que tem como slogan “Educação ambiental começa no seu quintal”, envolve alunos das escolas estaduais e municipais e também contará com palestras para toda a população sobre como preservar o meio ambiente. Desde o processo de reciclagem até evitar queimadas urbanas.

“Não precisa queimar as folhas ou o capim quando você limpa o seu quintal, os caminhões recolhem todos os resíduos. Só precisamos ficar atentos ao calendário da coleta porque os cachorros, ou as próprias pessoas mexem no lixo e deixam as ruas sujas. Como 95% das pessoas aqui moram em casas, os resíduos de comida podem ser reaproveitados como adubo, isso serve para reduzir o acumulo de lixo na nossa cidade ou mesmo quando for recolhido que haja a separação do reciclável do orgânico porque facilita o processo de reaproveitamento, mesmo que não seja ordenado, mas existem pessoas que fazem esse processo para a sua sobrevivência” explica a chefe do departamento de controle ambiental.

No município ainda não existe o processo de reciclagem, mas nos dias 28 a 30 de junho serão realizadas palestras explicando como deve ser feita a separação do lixo. Outro investimento feito para redução do lixo são as sacolas retornáveis para que haja a diminuição de sacolas plásticas.

Poluição da Água

Outro ponto que a Secretaria do Meio Ambiente também vem se preocupado bastante é a poluição da água. Como o Cruzeiro do Sul foi construída em uma área de muitos mananciais, muitos igarapés desaguam no rio Juruá. Com a poluição desses igarapés o rio poderá se tornar impróprio para a atividade pesqueira

“A base da alimentação da região vem da atividade pesqueira, então como aproveitar essa conscientização para que também resolva a questão de lançamentos de resíduos sólidos nesses igarapés: construa fossas sépticas para que elas não cheguem aos igarapés. Não é porque todo mundo joga que você tem que jogar, cada um tem que assumir a sua responsabilidade. Como cuidarmos do nosso planeta: Cuidando do nosso próprio quintal, cuidando do nosso próprio espaço” - alerta Francisca.

Poluição Sonora

A respeito da poluição sonora a Secretaria de Meio Ambiente irá fiscalizar os carros volantes que circulam na cidade.

“Se você vê algum carro ou algum lugar que esteja excedendo o limite de barulho permitido, pode entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, ou a Polícia Militar, ou com o IMAC em horário comercial. No caso se for um carro anota a placa e passa para o atendente” – conclui Francisca Rodrigues.

Kattiúcia Silveira


Secretaria de Meio Ambiente de Cruzeiro do Sul orienta sobre emissão de certidões de uso e ocupação de solo


Além de trabalhos envolvendo as questões de preservação do meio ambiente, a Secretaria do Meio Ambiente de Cruzeiro do Sul é responsável por realizar a emissão da certidão de viabilidade, uso e ocupação do solo.


Além de trabalhos envolvendo as questões de preservação do meio ambiente, a Secretaria do Meio Ambiente de Cruzeiro do Sul é responsável por realizar a emissão da certidão de viabilidade, uso e ocupação do solo.

A prefeitura ou qualquer cidadão do município precisa passar pelos técnicos da Secretaria de Meio Ambiente para retirar a certidão de viabilidade, uso e ocupação do solo. A pessoa que deseja retirar a certidão deve dirigir a secretária e solicitar a vistoria.

De acordo com o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Erni Dombrowski, é fácil retirar a certidão. “A pessoa entra com o requerimento na secretaria e é orientada a proceder daí para frente. A pessoa trás os documentos e a partir de então o corpo técnico da secretaria tem 60 dias para realizar a vistoria e emitir a certidão”.

Os documentos necessários para a emissão da certidão são a cópia do titulo do terreno ou algum documento que comprove a posse do mesmo; cópia do documento da firma, se for o caso; cópia do RG e CPF do requerente ou responsável; cópia do projeto do empreendimento, se for o caso; cópia da ART (documento emitido por um engenheiro); cópia do comprovante de pagamento da taxa.

As vistorias são realizadas pelos chefes de controle ambiental e meio ambiente. Segundo a chefe do departamento de controle ambiental, Francisca Rodrigues, os processos que demoram mais são os que precisam passar por análises, que dependem de decisões do Ministério Público e da Procuradoria Geral do município. “Tem processos que estão demorando um pouco porque dependem dessas tomadas de decisões do Ministério Público ou da Procuradoria Geral do Município. Como nós estamos em uma fase de atualizações da legislação do município, muitas coisas estão sendo trabalhadas e esperando a decisão judicial”.

O chefe do departamento de meio ambiente, Antônio José da cruz, explica que um dos pontos fundamentais que a secretaria orienta as pessoas é que antes de comprar qualquer terreno procure sempre uma orientação ambiental. “Muita gente investe tudo que tem na compra de um terreno e quando vem solicitar o parecer técnico ambiental a área é inadequada. Por isso, os novos loteamentos a serem implantados em Cruzeiro do Sul devem passar por uma análise ambiental e as pessoas devem procurar a Secretaria de Meio Ambiente para ver os indicativos ambientais. Então antes da pessoas lotear ela deve procurar ser orientado sobre os procedimentos a serem feitos”.

Kattiúcia Silveira