segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Antônia Sales (PMDB) que obteve nas urnas 6.472 votos vai cumprir o seu terceiro mandato na Assembléia Legislativa, prometendo dar continuidade ao trabalho que realiza principalmente na Região do Juruá em benefício das famílias mais carentes, sobre tudo, aquelas que vivem em comunidades isoladas e que não são alcançadas pelo poder público.
Antônia Sales (PMDB) que obteve nas urnas 6.472 votos vai cumprir o seu terceiro mandato na Assembléia Legislativa, prometendo dar continuidade ao trabalho que realiza principalmente na Região do Juruá em benefício das famílias mais carentes, sobre tudo, aquelas que vivem em comunidades isoladas e que não são alcançadas pelo poder público.

Na manhã do dia seguinte a eleição de 3 de outubro, Antônia Sales ainda emocionada, comemorava com seus eleitores e cabos eleitorais, o resultado da votação que lhe tornou a deputada mais votada do Acre nestas eleições e a mais votada da história da região do Vale do Juruá. Na frente de sua residência que não tem muros e está sempre de portas abertas para receber os mais humildes, ela disse que a votação obtida lhe torna ainda mais compromissada e aumenta a sua responsabilidade para os próximos 4 anos.

A parlamentar entende que os mais de 6 mil votos é o reconhecimento pela dedicação do seu trabalho e de seu esposo, o prefeito Vagner Sales, com a população do Juruá. Antônia Sales revela que chegou a chorar no dia da eleição, temendo que a chuva pudesse atrapalhar ainda mais a chegada de seus eleitores aos locais de votação, já que a maioria mora em locais de difícil acesso.

Sem esconder o rosto de felicidade, a deputada afirmou que a sua casa que considera também como a casa do povo, continuará de portas abertas para receber os mais humildes esquecidos pelo governo do estado. “Muitos me chamam de mãe da pobreza e mãe dos doentes, para mim é um orgulho poder ajudar as pessoas mais carentes e humildes. Agradeço a Deus por tudo que ele tem feito por mim e pelo prefeito Vagner Sales para que nós possamos continuar ajudando essa população até os últimos dias de nossas vidas”, conclui.

AUMENTA NÚMERO DE CASOS DE MALÁRIA NO JURUÁ

Comum no Vale do Juruá, a malária é uma doença que castiga principalmente as zonas rural e ainda os arredores das cidades, local onde pessoas chegam a contrair a doença em um número elevado de vezes.
1200 CASOS DE MALÁRIA CONFIRMADOS EM CRUZEIRO DO SUL LEVA A DIVISÃO DE ENDEMIAS INTENSIFICA O TRABALHO DE BORRIFARÃO EM COMUNIDADES INTERIORANAS

Comum no Vale do Juruá, a malária é uma doença que castiga principalmente as zonas rural e ainda os arredores das cidades, local onde pessoas chegam a contrair a doença em um número elevado de vezes. Segundo a líder comunitária do Ramal Mariana de Cima Francisca de Oliveira, a comunidade ultimamente tem vivido momentos difíceis devido ao alto índice de malária. “A situação para todos nós não está nada fácil, temos feito tudo que podemos para impedir a proliferação da doença, mas ainda não tivemos resultados. Acreditamos que somente com a intensificação do trabalho das endemias a situação vai melhorar”, declarou a presidente da comunidade.

A gerente da Divisão de Endemias do Juruá, Simone Daniel, explicou que o trabalho na comunidade já está sendo realizado de modo intenso e ainda enfatizou que outras comunidades também serão atingidas com o serviço. Segundo ela, o aumento sazonal da malária na época do inverno amazônico é um fenômeno comum. Portanto, combater o anofelino deve ser aliado ainda à conscientização da população quanto aos cuidados que devem ser tomados para que se evite a proliferação da doença, principalmente o diagnóstico da doença seguido pela continuidade da medicação e ainda a adequada utilização dos cortinados impregnados, estes últimos que em muito contribuíram para a notável diminuição dos índices de malária.

De 2005 a 2007 toda a região de Cruzeiro do Sul teve um surto de malária assustador na região; em 2006 mais de 50 mil casos de malária foram notificados, mas já em 2007 o número começou a cair. O decréscimo foi resultado da primeira experiência com mosquiteiros impregnados com distribuição de sete mil deles, ao lado de um conjunto de ações promovidas pela Secretaria de Saúde do Estado entre eles o fortalecimento do setor de Endemias.

Dayana Maia

CRUZEIRO DO SUL REGISTRA MAIS UMA VÍTIMA FATAL DE ACIDENTE DE TRÂNSITO

O jovem morava na Vila Pentecostes e retornava do trabalho quando ocorreu a colisão. A moto que a vítima conduzia ficou completamente destruída.
O jovem morava na Vila Pentecostes e retornava do trabalho quando ocorreu a colisão. A moto que a vítima conduzia ficou completamente destruída.
O acidente ocorreu na noite de sábado, 16 na rodovia AC 407, que liga Cruzeiro do Sul ao município de Rodrigues Alves. José Mário de Souza Neto, 21, conduzia uma motocicleta modelo Yamaha. Ao tentar ultrapassar um veículo a sua frente acabou colidido contra um caminhão, conduzido por Jair, 49. Devido ao forte impacto, José Mário teve parte do corpo esmagada, morrendo instantaneamente. Baseado nisso, a família optou por acelerar o sepultamento do rapaz, ocorrido poucas horas depois do acidente.

Dayana Maia

JOVEM COMETE SUICÍDIO

Na última sexta-feira, 15, a cidade de Cruzeiro do Sul registrou um suicídio. Gilmar Lucas do Nascimento, 22, morador do bairro do Aeroporto Velho, enforcou-se, usando um fio de energia elétrica.
Na última sexta-feira, 15, a cidade de Cruzeiro do Sul registrou um suicídio. Gilmar Lucas do Nascimento, 22, morador do bairro do Aeroporto Velho, enforcou-se, usando um fio de energia elétrica.
Segundo relatos de familiares, a vítima já havia tentava contra a própria vida, chegando a ingerir uma grande quantidade de medicamentos no dia anterior. Quanto à possibilidade de enforcamento, a família conseguiu impedir uma primeira tentativa, mas infelizmente não foi suficiente para conter o descontrole do jovem que acabou enforcando-se com um fio elétrico, pendurado nos fundos da residência onde vivia com os avós.
Um dos motivos levantados por parentes como justificativa ao ato que levou Gilmar a tirar a vida foi o fato de ele ser usuário de drogas. Sem dinheiro para sustentar o vício, entrou em crise de abstinência e por esta razão teria cometido o suicídio.

Dayana Maia