sábado, 6 de novembro de 2010

TROTES DEBILITAM EFICIÊNCIA DO SAMU



Uma atitude incoerente de desocupados pode torna-se fatal para quem busca o Samu em Cruzeiro do sul. A equipe do atendimento móvel de urgência e emergência na cidade recebe dezenas de trotes por dia, comprometendo a ação do serviço aos mais necessitados.


Daiana Maia

Uma atitude incoerente de desocupados pode torna-se fatal para quem busca o Samu em Cruzeiro do sul. A equipe do atendimento móvel de urgência e emergência na cidade recebe dezenas de trotes por dia, comprometendo a ação do serviço aos mais necessitados.

A enfermeira Maísa da Silva afirmou que por dia são quase que incontáveis as ligações que recebem de pessoas ociosas, que sem terem a noção da importância do serviço que o Samu oferece à comunidade, realizam constantemente trotes nas linhas telefônicas, acabando por congestioná-las. “... Para se ter uma ideia do que enfrentamos aqui, há casos de a ambulância se dirigir a um local até o interior do municio, percorrendo horas. E ao chegar, perceber que não havia ocorrido coisa alguma”. A enfermeira esclareceu que enquanto a equipe de paramédicos do Samu sai para atender os trotes, muitas pessoas podem está morrendo ou precisando do atendimento médico.

Além desse problema, a médica plantonista Tatiana Panont, destacou que o Samu busca atender e salvar vidas das pessoas que precisam receber o atendimento de emergência. Porém, é fundamental que o atendimento seja iniciado em muitos casos, antes mesmo da equipe chegar ao local. Desse modo, quem realiza a ligação, solicitando atendimento pode também ajudar o paciente até a chegada dos paramédicos.

“As pessoas não entendem que as informações que nós damos por telefone pode ajudar e muito a salvar a vida de um paciente. Enquanto orientamos as pessoas por telefone sobre os primeiros socorros, a ambulância está sendo encaminhado até a localidade. Mas, até chagar precisamos ir acompanhando a situação da vítima por meio da outra pessoa que está na linha. Daí a importância de serem seguidas as orientações feitas durante a ligação, finalizou a médica.


Governador eleito visita Ministério Público Estadual



O governador eleito Tião Viana esteve nesta sexta-feira, 5 de novembro, na sede do Ministério Público do Estado do Acre(MPE), para uma visita de cortesia. Viana foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, Sammy Barbosa Lopes.



Para o Procurador-Geral, a visita do governador reafirma que as políticas estruturantes para as diversas áreas em que o MPE atua serão continuadas e renovadas.

Assessoria

O governador eleito Tião Viana esteve nesta sexta-feira, 5 de novembro, na sede do Ministério Público do Estado do Acre(MPE), para uma visita de cortesia. Viana foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, Sammy Barbosa Lopes.

Durante o encontro, foram discutidas diversas possibilidades de ação conjunta entre o MP/AC e o Executivo, principalmente em parcerias para projetos voltados às regiões carentes do Estado e no desenvolvimento de políticas públicas direcionadas à área da Saúde, Segurança Pública, Meio Ambiente, Infância e Juventude.

Tião Viana cumpre uma agenda de visitas às instituições. “Essas visitas fazem parte de um cronograma, para reafirmar meu compromisso com essas instituições, já fui às igrejas, ontem estive na Assembléia Legislativa, depois devo seguir para a Polícia Militar, Procuradoria do Estado e assim por diante” disse Viana.

Para o Procurador-Geral, a visita do governador reafirma que as políticas estruturantes para as diversas áreas em que o MPE atua serão continuadas e renovadas. “São projetos que norteiam o trabalho da instituição e o MPE está de portas abertas para o trabalho que está sendo proposto pelo governador Tião Viana”. A Procuradora adjunta para assuntos administrativos Kátia Rejane e o promotor de justiça Rogério Voltolini também participaram do encontro.

UFAC E UNIVERSIDADE DE UCAYALI ASSINAM ACORDO



O acordo foi firmado no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Edvaldo Magalhães, responsável pelo processo de relação fronteiriça ente o estado e Ucayali. Segundo ele, as negociações já estavam sendo feitas há muitos anos, contudo se consolidou nos últimos dois anos, passando de um belo discurso e protocolos de intenções, para torna-se uma realidade.

Daiana Maia

A concordata garante vagas para alunos acreanos no peru, porém vale apenas para os alunos dos municípios do Vale do Juruá.

O acordo foi firmado no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Edvaldo Magalhães, responsável pelo processo de relação fronteiriça ente o estado e Ucayali. Segundo ele, as negociações já estavam sendo feitas há muitos anos, contudo se consolidou nos últimos dois anos, passando de um belo discurso e protocolos de intenções, para torna-se uma realidade.

As discussões para o acordo envolveram a Universidade Federal do Acre, a Universidade Peruana. A previsão é de que vinte e seis vagas sejam destinadas aos peruanos, sendo vinte e quatro para o campus de Cruzeiro do Sul e as demais para a capital.

Já para os acreanos, a Universidade de Ucayali reservou oito vagas para Medicina, duas para Engenharia civil, duas para Informática e duas para Engenharia Agroindustrial. Tanto em Ucayali, como no Acre, as bolsas e as viagens serão bancadas através de convênios com os governos estaduais.

DEAS de Cruzeiro do Sul investe em poços tubulares profundos



O Departamento Estadual de Água e Saneamento em Cruzeiro do Sul teve um grande avanço durante este ano em sua meta de atender 100% das residências com água tratada. A rede de tubulações foi ampliada em 11 km e a meta antes da chegada definitiva do período de chuvas é implantar mais 5 km.

Escrito por Flaviano Schneider

Iniciativa visa garantir 100% de abastecimento de água até 2011. Projeto de captação de água do rio Moa é substituído por exploração do aquífero Juruá


O Departamento Estadual de Água e Saneamento em Cruzeiro do Sul teve um grande avanço durante este ano em sua meta de atender 100% das residências com água tratada. A rede de tubulações foi ampliada em 11 km e a meta antes da chegada definitiva do período de chuvas é implantar mais 5 km. Foi executada a padronização das ligações em 22 km de rede e instalados 12.400 hidrômetros. O DEAS capta água do Igarapé São Salvador e de poços. A tendência no futuro é aumentar cada vez mais o abastecimento via poços já que na região de Cruzeiro do Sul existe um grande aquífero que pode, segundo algumas pesquisas, abastecer a cidade nos próximos 200 anos.

Até o próximo ano serão escavados mais 11 poços tubulares profundos, segundo informação do gerente técnico operacional do DEAS, Paulo Bento. Os primeiros quatro, de 150 metros de profundidade, já estão garantidos e deverão estar concluídos até dezembro. Os locais já estão definidos: Escola Maria Lima (Cobal), Escola Craveiro Costa (vai atender o bairro Santo Cruzeiro), Ginásio Bezerrão e Escola Irmã Diana. Outros quatro poços, de 150m serão feitos durante o próximo ano. Os demais, denominados poções, já que tem 250m de profundidade, serão construídos no Ceflora (Rua 25 de Agosto), no Teatro dos Náuas e na Cohab, onde também está sendo construído um complexo de tratamento de água. Os recursos para as obras são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida do Governo do Estado.

Segundo Paulo Bento, o DEAS pretendia inicialmente garantir o abastecimento da cidade através de captação de água do rio Moa, que exigiria de 22 km a 25 km de adutora de água bruta, para levar o produto até a Cohab, para uma nova estação de tratamento que teria que ser construída, mas depois que foi descoberta a qualidade e potencialidade do aqüífero do Juruá, os planos mudaram, já que a água via poços tubulares profundos é adquirida de forma muito mais econômica e seu tratamento é mais simples, pois ela já vem com boa qualidade, bastando adicionar cloro segundo as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde.

Se toda a água produzida em Cruzeiro do Sul tivesse ótima utilização e estrutura de abastecimento, sem desperdício, toda a cidade poderia ser abastecida. Por isso, segundo Paulo Bento, além dos investimentos em captação, paralelamente acontecem os investimentos na ampliação da rede, novas ligações, padronização e instalação de hidrômetros. Assim, vai se preparando o terreno, eliminando canos quebrados, consertando os vazamentos, para que com a chegada da água dos novos poços o desperdício não seja ainda maior e possibilite alcançar a meta dos 100% de residências atendidas com água tratada, 24 horas por dia.

Alguns sistemas de abastecimento de água, como o do Novo Miritizal, Santa Terezinha, Aeroporto Velho, Areal, Paraíso, Boca da Alemanha e Formoso pertencem à prefeitura municipal e até o próximo ano deverão ser integrados à estrutura do DEAS. O sistema do Saboeiro e do bairro Nossa Senhora das Graças serão integrados ao DEAS até o fim deste mês.

SETORES PRODUTIVO E AMBIENTAL SE REÚNEM COM TRABALHADORES RURAIS DO JURUÁ



A reunião aconteceu no auditório do sindicato dos trabalhadores rurais. O objetivo mais imediato da reunião foram as multas que os agricultores receberam por danos ao Meio Ambiente.


A reunião aconteceu no auditório do sindicato dos trabalhadores rurais. O objetivo mais imediato da reunião foram as multas que os agricultores receberam por danos ao Meio Ambiente.

O presidente do STR de Cruzeiro do Sul, João “Todo feio”, por meio do sindicato, busca uma alternativa para que os pequenos produtores não sejam penalizados demasiadamente. “O que queremos é converter as multas em reflorestamento ambiental dentro de uma técnica, com apoio do governo do estado, trazendo sustentabilidade no futuro”, enfatizou o líder sindical.

O superintendente do Ibama no acre, Fernando lima esteve presente no encontro e disse que talvez seja possível reverter as multas em serviços ambientais por parte dos produtores. “Nós pretendemos tratar isso com seriedade e como um processo a parte, dentro de toda legalidade. Aliando o programa de valorização do ativo, junto com a certificação de propriedade, e ainda anexando junto com os processos para servir de defesa perante os autos de infração”, destacou Lima.

Esteve presente na reunião também o secretário de Meio Ambiente do Acre, Eufran Amaral. "Nossa preocupação nesse momento é ouvir nossos produtores rurais. Verificando possíveis abusos, cometido do Ibam e Imac, além da falta de planejamento, que na maioria das vezes resulta em multas".

Para Nilton Kosson, secretário de agricultura e produção familiar, os programas do governo para diminuir os impactos ambientais na produção já apresentam resultados positivos, mas dependem da adesão dos produtores para que possam ser implantados em um número maior de propriedades.

“Muitas são as alternativas que o produtor rural tem nas mãos. Por meio de uma decisão conjunta entre o governo do estado e Embrapa, por exemplo, agora trazemos aos produtores um trator que tritura a capoeira fina e sai como adubo para à terra. Além de outras alternativas que incorporam e ampliam o processo produtivo no Vale do Juruá. O que precisamos agora é que a categoria aproxime-se dos mecanismos . porue estes já estão à disposição do produtor rural", finalizou o secretário.